Sol e Lua


Sol e Lua

Poesia do livro: Nascer para sonhar


Vai embora a noite.

Açoites de luz penetram no escuro.

Escuso e tímido vem um deus.

Ateus e crentes o conhecem.

Agradecem a tua presença.

Tensa e sem vontade a lua se vai.

Cai sobre o preto o manto branco.

Franco e à vontade ele desponta.

Conta a todos que chegou.

Chegou para ficar.

Reinar por um dia.

Um dia que significa vida.

Vida que termina com a noite.

Noite que não implica em morte.

E…

Vai embora o dia.

Açoites de trevas penetram no claro.

Tragos e cânticos são ofertados à lua.

Nua e bela ela se oferece.

Agradece o mundo o seu alento.

Tenso e sem vontade o sol se vai.

Cai sobre o branco o manto preto.

Perfeito o rodízio por Deus adotado.

O rei dá lugar à rainha que chegou.

Chegou para ficar.

Reinar por uma noite.

Uma noite que significa vida.

Vida que termina com o dia.

Dia que não implica em morte.

E…

Paulo Rogério da Motta


Sugestão musical para a poesia

Mirabai Ceiba – Between The Shores Of Your Souls


 

Deixe uma resposta