Eu e o Céu


Olhando o céu

Me dá vontade de voar!

Ver tudo de cima!

Trocar ideias com o vento,

Confidenciar

Segredos sagrados

E tolos momentos.

Perguntar o segredo da semente

Que no ventre da terra vira flor.

Perguntar por que o menino

Colhe a flor

Para dar à menina

Como prova de amor.

Mas estou aqui, olhando o céu

Sem asas para voar!

Questionando os segredos

Da semente, da flor, do amor…

Mas, mesmo sem saber,

Ao só questionar,

Mesmo sem asas,

Estou a voar!

Olho o céu

E ele olha para mim.

Pergunta-se sobre os segredos em mim.

Para ele eu sou o céu

Que ele pode olhar.

Reflexo dele em mim.

E juntos assim,

Eu fico nele querendo voar

E ele querendo voar em mim!

Paulo Rogério da Motta


  Vídeo Poesia

Eu e o Céu