O romance da folha


(Poesia do livro: Nascer para sonhar)

 


Uma folha voa desenfreadamente.

A pedra vendo a pressa a interpela:

-Espera um pouco!

-Não posso.

-Só um segundo?

-Pois não.

-Por que queres ser mais rápida que o tempo?

-Porque tento alcançar a quem amo.

-E por quem te apaixonastes?

-Pelo vento.

E ela segue em seu voo.

Nunca alcançou o seu amado,

Mas sempre viveu seu amor intensamente.

Paulo Rogério da Motta


Sugestão musical para a poesia

Tiê – Passarinho


Deixe uma resposta